Mais sobre o Fiat 500 tecnologia aplicada a segurança - Carros

Mais sobre o Fiat 500 tecnologia aplicada a segurança

Leia sobre o carro: Mais sobre o Fiat 500 tecnologia aplicada a segurança

01/10/2009

Mais sobre o Fiat 500 tecnologia aplicada a segurança

Fiat 500 TECNOLOGIA APLICADA À SEGURANÇA


É ponto de honra para a Fiat construir veículos que não só evitem acidentes, como também protejam os ocupantes. O Fiat 500 não é exceção. Nele, a tecnologia foi empregada desde o primeiro esboço para resultar em um carro que obedece às mais rígidas normas de segurança vigentes na Europa e que auxilia o motorista a conduzir o carro com segurança – mas sem interferir em sua experiência de dirigi-lo. Valem os recursos mais avançados para atingir esses fins.


Air bags


O Fiat 500 vendido no Brasil possui sete air bags: dois na frente, dois window bags, dois side bags e um knee bag. Este último, novidade na linha Fiat, evita lesões aos joelhos do motorista em caso de impacto.


ABS


O sistema antitravamento dos freios do Fiat 500 possui quatro sensores ativos, quatro canais, uma central de controle hidráulico e EBD (Electronic Brake Distribution, distribuição eletrônica da força de frenagem). O ABS assegura o menor espaço de frenagem possível, o que permite o controle direcional do veículo em situações de emergência. Já o EBD distribui a força de frenagem entre as rodas dianteiras e traseiras, garantindo uma resposta equilibrada do veículo em qualquer condição.


ESP (Electronic Stability Program)


O sistema eletrônico de estabilidade garante completo controle do carro e entra em ação quando percebe condições que ameacem sua estabilidade. Ele reconhece a perda de aderência das rodas tanto no sentido longitudinal quanto no transversal. Se isso acontecer, o ESP intervém para recuperar a trajetória e a estabilidade. Ele incorpora sensores que medem a velocidade das rodas, a rotação do veículo em torno de seu eixo vertical, a aceleração lateral e o ângulo de direção determinado pelo motorista (o que indica a direção que ele escolheu). O ESP então compara estes dados com os parâmetros processados por um computador e, empregando um complexo modelo matemático, conclui se está havendo perda de controle na dianteira ou na traseira. Se isso estiver de fato ocorrendo, o sistema corrige a trajetória, freia a roda prestes a perder aderência e reduz a potência do motor – tudo sem incomodar o motorista.


Hill Holder


O Fiat 500 é o primeiro carro Fiat vendido no Brasil equipado com esse dispositivo que auxilia o motorista nas saídas em aclive ou declive. Este sistema é parte integrante do ESP e permite maior facilidade nas arrancadas em subida. Funciona com o motor ligado, o veículo parado, com a primeira marcha ou a marcha à ré engatada e o pedal da embreagem e do freio pressionados. Numa subida o sistema mantem pressionado o freio nas rodas dianteiras por 2 segundos ou até que o pedal do acelerador seja pressionado. Se antes disso o pedal da embreagem for solto, o sistema segura o veículo por 10 segundos ou até que o torque necessário para a arrancada seja atingido. Após esse tempo o sistema desativa-se automaticamente.


ASR (Anti Slip Regulation)


Este sistema de segurança ativa controla a tração do veículo, intervindo automaticamente sempre que verifica patinamento de uma das rodas. O ASR funciona em todas as velocidades e ajusta o torque de acordo com a aderência detectada.


Noticias sobre Carros