Peugeot 206 Automatic Flex, o automático nacional mais barato - Carros

Peugeot 206 Automatic Flex, o automático nacional mais barato

Leia sobre o carro: Peugeot 206 Automatic Flex, o automático nacional mais barato

12/11/2007

Peugeot 206 Automatic Flex, o automático nacional mais barato

Agora câmbio automático seqüencial Tiptronic, que também permite a troca manual das marchas, equipa as versões Hatchback e Station Wagon do modelo 206.

A Peugeot inova mais uma vez com o lançamento do 206 Automatic Flex, o único veículo do concorrido segmento de automóveis compactos que oferece a versatilidade do motor 1.6 Flex aliada ao conforto e à praticidade do câmbio automático. Agora, o Peugeot 206 passa a ser o modelo nacional mais barato do Brasil equipado com esse tipo de transmissão.

O 206 Automatic Flex será comercializado por R$ 48.800 na versão Hatchback, enquanto a Station Wagon custará R$ 53.900. A configuração utilizada como base foi a Feline, top de linha da gama 206 e a mais completa em itens de série disponível entre seus concorrentes.


Câmbio seqüencial Tiptronic: tecnologia voltada ao prazer de dirigir

Um dos pontos altos do 206 sempre foi sua ótima dirigibilidade. Com a comodidade do câmbio automático seqüencial Tiptronic, o 206 Automatic Flex proporciona ao motorista ainda mais conforto durante a condução do veículo, principalmente quando ela é feita no trânsito pesado das grandes cidades.

Com tecnologia de última geração, a transmissão de quatro marchas traz um sistema eletrônico que se adapta permanentemente ao estilo de direção do motorista, oferecendo a ele três programas de condução dinâmica. No modo "Drive" (D), a troca de marchas sem embreagem garante uma direção prazerosa e tranqüila. Na "Esportiva", ao toque da tecla S, localizada ao lado da alavanca do câmbio, o sistema fica predisposto a trabalhar em regimes de rotação mais alta, privilegiando a performance. Já o programa "Antipatinação" confere mais segurança e estabilidade ao adaptar a pilotagem em piso de pouca aderência.

Em todos esses casos, o gerenciamento eletrônico do sistema busca sempre o máximo desempenho com o menor consumo de combustível. Isso é possível devido à atuação do conversor de torque pilotado, que possibilita a ação do freio motor, mantendo o funcionamento do sistema ideal entre a velocidade do veículo e a rotação do motor.

Já para aqueles que não dispensam a troca de marchas, o modo seqüencial Tiptronic é o ideal. Com a alavanca deslocada para a esquerda do console, o motorista tem a vantagem de avançar ou reduzir as marchas dando leves toques na alavanca para cima ou para baixo, respectivamente, numa tocada mais esportiva. A troca para Drive e vice-versa pode ser feita em qualquer momento com o veículo em movimento.

Outro benefício dessa caixa está em sua baixa manutenção. Além de o software impedir o engate de marchas em regimes de giro inadequados, o sistema trabalha com um lubrificante específico que dispensa a troca do óleo, contribuindo, assim, para o bom funcionamento da transmissão durante toda a vida útil do veículo.


Noticias sobre Carros