Um pouco da historia do Fiat 500

AutoMotor
AutoMotor Carros Tunados

Carros Tunados Fotos Carros Tuning - Carros Rebaixados - Fotos Tuning - Automoveis





02/10/2009

Um pouco da historia do Fiat 500

Carros - AutoMotor

Julho de 1957. A Europa ainda se recuperava da devastação da Segunda Guerra Mundial, e a palavra de ordem era “economizar”. Havia uma enorme necessidade de dar mobilidade às populações, mas poucos meios. A saída, claro, eram automóveis pequenos e baratos – no preço, na produção e, sobretudo, no consumo de combustível. Assim surgia o Fiat Cinquecento na Itália.


O modelo fez mais do que simplesmente tornar o ser humano móvel: graças ao seu design genial, talvez inesperado em um veículo tão utilitário, ele mudou o modo como pensamos sobre automóveis. Gerações inteiras cresceram com o Fiat 500. Ele foi adorado.


Inicialmente, chamou-se Nuova Fiat 500. Seu minúsculo motor de 479 cm³ e dois cilindros, refrigerado a ar, produzia apenas 13 cavalos de potência – um número que, pelos padrões de hoje, é irrisório. Mas com seus 3 metros de comprimento e 500 kg de peso, ele trafegava com desenvoltura pelas estreitas ruas europeias. Suas portas se abriam para a frente, com dobradiças na metade do carro. E ele tinha inegável estilo.


1958. Chegava uma nova versão do Fiat 500. A Sport falava direto ao coração dos apaixonados por corridas. Ela trazia não apenas um motor mais potente – de 21,5 cv, levando-a à velocidade máxima de 105 km/h –, mas também diversas mudanças na carroceria.


1959. A Fiat apresentava a nova versão Cabriolet do modelo: a Nuova 500 C. A grande novidade ficou para o teto solar de lona que se dobrava até a traseira.


1960. Chega a versão Giardiniera (SW) do 500.


1965. Era lançada a Nuova 500 F, que se tornaria a mais popular de todas as versões do modelo. Este carro foi o primeiro da família a incorporar plástico em seu acabamento, e havia também novidades estéticas, como o pára-brisa mais amplo e maçanetas cromadas, entre outras. E as portas passaram a se abrir para trás.


1968. Vez de uma versão mais luxuosa, a Nuova 500 L. Ela trazia pneus radiais, detalhes cromados em toda a carroceria e interior em couro e para-choques tubular. O consumidor podia escolher entre três cores: preto, amarelo e vermelho.


1972. Estreava a Nuova 500 R, em substituição às versões F e L.


1975. Fim da era Fiat 500, depois de 18 anos. De julho de 1957 até o final da produção, nada menos que 3,8 milhões de unidades foram produzidas.


Julho de 2007. Exatos 50 anos após o lançamento da Nuova Fiat 500, chegava ao mercado uma nova geração do modelo. Com o mesmo espírito, o mesmo ar “cool” – mas agora com mais segurança, tecnologia e requinte –, o modelo rapidamente se transformou em um sucesso de vendas.

.

.

Carros Tunados, Carros Tuning

Salão de Carros Tunados de 2010
Veja varios carros tunados do Sema Show 2012
Muitas pickups Ford no Sema Show 2012
Pick-ups Rebaixadas do Sema Show 2012
Sema Show de 2012
Gol Tunado Fotos
Parati Tunada Fotos
McLaren F1 Tunada Fotos
Um Fusca Com Rodas aro 17
Fusca com Motor AP


Carros, Noticias do Mercado de Automóveis, noticias Carros

Fiat Palio Fire Economy ganha Série Especial Itália
Fiat Strada 2014 tres portas
Chevrolet Onix 2013
Chevrolet Cobalt 2014 passa a contar com sistema MyLink
Novidades da Jac Motors no salão de SHANGHAI 2013
Linha 2013 do Renault Symbol
Conheça o SUV Renault Duster
Nissan Sentra 2012
Conheça família Nissan Livina 2012
Nissan Versa
Nissan March
Renault do Brasil comemora 2011 como a marca que mais ampliou participação de mercado no ano
Conheça o Novo Fiat Palio
Novo Peugeot modelo 2012
Renault Logan 2012
Todos os anuncios veiculados neste site são de inteira responsabilidade de seus anunciantes. O Automotor não se responsabiliza por produtos ou serviços oferecidos nem da qualquer tipo de garantia, sendo estas de obrigação dos proprios anunciantes.
E proibido a reprodução total ou parcial de qualquer parte deste site.

Todas as marcas e modelos aqui citados pertencem a seus respectivos proprietários.